Eventos

Discurso de posse do novo presidente do Fundo

Category:

Eventos

BS”D

Senhores,

Assumo com muito orgulho e determinação a presidência do Fundo Comunitário do Rio de Janeiro, passando a ser o seu 19º dirigente.

Meu vínculo com Israel é muito forte, forjado desde cedo pela formação recebida em casa e na Escola Max Nordau, e consolidado através das Aliot em minha família em 1972 e mais recentemente, em 2001.

Israel sempre fez parte de meu cotidiano, seja através das preces diárias, da leitura dos noticiários, das viagens e do tributo financeiro;

Cidadão israelense paga imposto; judeu consciente não residente em Israel, paga ou deveria pagar tributo; um tributo de parceria e apoio incondicional a Israel;

Podemos discordar do governo, da política, da condução do processo de paz, mas tal qual o israelense não pode sonegar impostos, nós não podemos sonegar nossa parceria e lealdade para com Israel;

No passado, a missão do Fundo Comunitário / keren Hayesod foi construir a infra-estrutura do país, além de absorver levas de refugiados e imigrantes;

Nas guerras, o perigo e o senso de urgência impeliam Azkanim e contribuintes no esforço de campanhas de emergência, que garantiram valiosos recursos humanos e financeiros para a defesa e sobrevivência de Israel;

Passados 62 anos, em que graças a D’us, e à tenacidade de sua população e da parceria do povo Judeu, Israel tornou-se um país desenvolvido, alguns podem se questionar a necessidade de contribuir para um país que ocupa a 15ª posição no ranking de desenvolvimento humano e social entre as nações;

As guerras não são mais enfrentadas com exércitos convencionais em campanhas de curto prazo, mas lutadas diuturnamente com recursos de inteligência, eletrônica e informação. Este combate muitas das vezes silencioso, sequer pode ser divulgado ou celebrado.

Os inimigos que negam o direito à existência, legitimidade e à soberania de Israel também mudaram com o passar dos anos, mas infelizmente, continuam dentro e fora de suas fronteiras e mais ameaçadores do que nunca;

  • Israel a despeito de ser um país desenvolvido, ainda tem 25% de sua população vivendo abaixo da linha de pobreza, e 36% das crianças vivendo nestas condições;
  • 28% da população judaica de Israel têm até 17 anos contra 42% da população árabe;
  • Nossa campanha no RJ, embora com significativos avanços recentes, representa pouco mais de 1% do total da arrecadação mundial do KH, sem considerar a campanha nos EUA;
  • Temos 1600 contribuintes ativos, mas precisamos alcançar pelo menos 4000 contribuintes potenciais;
  • 85% de nossos atuais contribuintes participam com a média de US$ 163 por ano;

Nos dia atuais, o KH tem novos desafios, para os quais são canalizados mais de 90% dos recursos das campanhas, movimentando US$ 165 milhões ano, fora a campanha dos EUA e que são:

  • Lutar contra a pobreza, diminuir a desigualdade e multiplicar as oportunidades, sobretudo para as famílias de Olim;
  • Estimular a Aliá e investir na educação judaico-sionista, principalmente através de programas de viagens e intercâmbio para jovens e profissionais;
  • E a partir de fins do ano passado, investir na difusão de nossa herança cultural e sítios históricos, como forma de mitigação da campanha de negação do nosso direito à terra de Israel;

De nossa parte, planejamos e estipulamos as seguintes metas para nossa Gestão:

  • Aumentar a visibilidade e divulgação das atividades do Fundo para os ativistas, contribuintes e comunidade em geral, de forma a evidenciar a parceria entre o Fundo e os programas operados pela Agência Judaica, bem como os projetos locais financiados com os recursos da campanha;
  • Prestar contas com regularidade, tanto internamente ao Conselho Deliberativo e Fiscal, como aos Askanim e contribuintes;
  • Maximizar as remessas da campanha, seja por aumento da contribuição, seja pela racionalização de custos, seja pela obtenção de recursos como, por exemplo, o evento desta noite, viabilizado por patrocínios;
  • Atrair, capacitar e engajar novos ativistas, principalmente jovens, de forma a ampliar o número de contribuintes que hoje não alcançamos;
  • Consolidar e crescer a base dos grandes contribuintes e Leão de Judá;
  • Crescer significativamente o número de contribuintes e a arrecadação dos grupos Jovem e da Divisão Feminina, dando-lhes todo o apoio necessário para realização de eventos e campanhas específicas;
  • Apoiar e valorizar o trabalho de todos os Askanim, mormente os do grupo Amamit, para viabilizar o aumento da contribuição média de US$ 163 para US$ 365, ou seja, US$ 1 dólar por dia para Israel;
  • Divulgar a nova opção de parceria com Israel, através da inclusão do Keren Hayesod como beneficiário de Legados e Fundações;
  • Tentar chegar ao final do nosso mandato, com um crescimento da arrecadação acima de 50% em dólares;

Queridos amigos:

Sabemos muito bem que a disputa pelo nosso bolso nunca não foi tão grande e diversificada como agora, sejam pelas instituições locais, Escolas, Sinagogas, Lares, Clubes que indiscutivelmente temos que apoiar e muito, sejam de ONG`s, Hospitais e Universidades de Israel que arrecadam diretamente ao redor do mundo.

O cidadão israelense custeia com seu trabalho e impostos os orçamentos de defesa, infra estrutura, saúde educação, pesquisa e desenvolvimento, serviço da dívida, entre outros;

Ao cidadão judeu do mundo cabe custear com sua consciência e tributo, os orçamentos da absorção, geração de oportunidades para crianças e jovens de famílias de Olim, e no fortalecimento da identidade judaico sionista em todas as comunidades judaicas do mundo, tanto para incentivar a Aliá, como para formar a nova geração de líderes judeus locais, mais conscientes de sua responsabilidade e parceria.

Kol Israel Arevim Ze La Ze => todos somos responsáveis uns pelos outros

Essa declaração foi apoiada e endossada pelas principais instituições e líderes de nossa comunidade, como os senhores puderam ver no banner aqui exposto, e daqui pra frente, será incorporada e destacada em toda a comunicação do Fundo, pois ela sintetiza o conceito de que: Israel forte = Comunidades judaicas fortes

Não podemos esquecer Israel; não podemos esquecer Yerushalaim; não podemos esquecer Ako ou Neguev; não nos deixam esquecer Sderot, Itamar, nem Guilad Shalit; que volte íntegro física e mentalmente, em breve para sua casa e família.

Agradeço ao Alberto Zilberman pelo honroso convite, pela paciência e dedicação que me brindou nestes últimos 5 meses de aprendizado e imersão;

Agradeço aos membros do Conselho pela aprovação da minha indicação e apoio;

Agradeço ao Didi, as coordenadoras e demais colaboradores do Fundo pela assistência e dedicação;

Agradeço aos Diretores que continuarão e aos que começam agora sua Gestão, pelo tempo e dedicação à causa de Israel;

Agradeço a minha família pela compreensão e incentivo;

Agradeço a D`us por me dar forças e inspiração para o trabalho comunitário;

Quero terminar fazendo uma conclamação a cada um dos Senhores aqui presentes para que leiam o folheto com os programas da Campanha 2011 colocados nas cadeiras, escolham aquele que lhes seja mais relevante, ou cujo valor esteja dentro de seus orçamentos, e façam a sua parte! façam a sua contribuição.

Quem preferir e tiver já definido sua contribuição, poderá preencher seus dados e depositar o cartão na urna próxima à saída ou, refletir com calma e nos próximos dias, entraremos em contato para efetivar as participações.

Muito obrigado e contem com o melhor de nossos esforços e dedicação.

Alberto Moszkowicz
20 de março de 2011

 

Tags: ,