Nossa Campanha

“Faz parte do ser humano o ato de doar”

Category:

Nossa Campanha

-silvio-tendler-solange-palatnikSilvio Tendler com Solange Palatnik

“Israel para mim é um sonho! Um país que ensina ao mundo agricultura, descobertas científicas, informática e, acima de tudo,  respeito ao ser humano”.

A artista plástica Solange Palatnik se emociona ao falar do “Great in Uniform”, um programa israelense que proporciona às pessoas, com algum tipo de deficiência, a oportunidade de prestar serviços ao exército de Israel, dentro de suas limitações. “Só em Israel , mesmo, é que existe essa preocupação em fazer com que cada pessoa se sinta um cidadão, fazendo parte de um todo”, afirma a artista.

Solange Palatnik é uma artista plástica e isso já demonstra  sensibilidade e visão romântica de um mundo que, segundo ela, anda bastante conturbado. Na entrevista a seguir vamos conhecer alguns de seus trabalhos e sentimentos em relação a “Tzedaká”.

. Você é uma artista que está sempre participando de exposições coletivas com temáticas contemporâneas. Onde será a próxima exposição?

– Fui convidada para participar da exposição “Pra frente Brasil” na Villa Olivia, no Morro da Conceição, na área revitalizada do Porto. O nome do meu quadro para esta coletiva, com 40 artistas, é “Gol”. Em outra exposição, também, com o tema da Copa no Brasil, “Show de Bola” serão  95 artistas de vários países e estou participando com três trabalhos. Está exposição acontecerá em São Paulo, sendo inaugurada no dia 6 de junho no Centro Cultural Martha Watts e no Rio de Janeiro, no dia 10 de junho no Centro Cultural Justiça Federal.

sem titulo (pra frente brasil

“Gol”, quadro de Solange Palatnik

.Sob a visão de uma artista, como é Israel para você?

-Um sonho! Um país pequeno que ensina aos grandes que tudo pode ser possível, apesar das adversidades. Me sinto fascinada por Israel, porque mesmo sob tensão de todas as formas, consegue crescer, criar, desenvolver e produzir grandes talentos artísticos, desde a área tecnológica até a música. É um país maravilhoso.

.Qual é a importância que Israel tem para os judeus da diáspora?

-A importância de saber que nós judeus temos um país. Não sou religiosa, mas sou judia de coração e ação. Acho que contribuir com os programas do Fundo Comunitário e de outras instituições judaicas é importante porque estou ajudando pessoas de todas as partes do mundo que querem morar com paz em Israel e precisam do nosso apoio. Sinto que é uma obrigação ajudar a um país que também é o meu. Minha avó, foi uma das fundadoras do Lar da Criança, minha mãe foi voluntária por muitos anos e hoje, mesmo não atuando de forma voluntária, ajudo, apoiando financeiramente. Acredito que o dinheiro é uma forma de ajuda e, se não podemos ajudar com ações, é válido este tipo de apoio, pois é para isso que o dinheiro, também,  deve ser usado: fazer o bem para o próximo.  Fico feliz em poder ajudar. Acho que faz parte do ser humano este ato de doação.

Se você também se sente bem ajudando ao próximo, entre em contato com o Fundo Comunitário RJ para conhecer os diversos programas em prol das pessoas que precisam do seu apoio.

Por e-mail: fc@fcrj.org.br ou pelo telefone: 2255-4045