Nossa Campanha

O esporte é o elo entre pais e filhos

Category:

Nossa Campanha

foto-2

“Sempre achei que o Fundo Comunitário tem uma relação mais estreita com Israel através de atividades de aproximação e repatriação de judeus de todas as partes do mundo”

O Economista e Administrador de Empresas, Ronaldo Adler sempre foi  um apaixonado pelos esportes e por Israel. O resultado de  toda esta paixão o levou à presidência da Macabi Rio onde, desde 2010,  através de diversas atividades esportivas tem atraído a presença dos pais, que integram uma grande torcida seja no Rio de Janeiro, São Paulo ou em Buenos Aires. Onde tem competição da Macabi, a presença da torcida carioca está garantida.

.Você é um grande ativista comunitário. Por que escolheu o Fundo Comunitário para apoiar?

– Não só escolhi o Fundo Comunitário para apoiar, mas acredito que nós  judeus  temos que apoiar todas as instituições judaicas e canalizar um pouco mais nossos esforços para aquela a qual mais nos identificamos .  Há 17 anos fui convidado para integrar uma galera jovem do Fundo Comunitário com objetivo de  formar novas  lideranças.

.Qual é o seu sentimento em relação a Israel?

-Em 1995 fiz parte de uma missão do Fundo Comunitário onde 40 pessoas do Rio foram para Israel e participaram de atividades especiais, sem intuito turístico. Israel vivia uma época de aparente paz com os árabes. Nosso grupo se juntou com mais 900 jovens do mundo inteiro e tive o privilégio de ser escolhido, ao lado de mais 6 pessoas, para  jantar com Shimon Peres. Após este jantar, as pessoas me cercaram e queriam saber como foi aquele momento, pois Shimon Peres era tido como uma das pessoas mais importantes do mundo. Foi realmente um momento muito especial.

Durante esta viagem, também descobri a importância do Keren Hayesod e passei a entender o que o Fundo Comunitário faz por Israel. Um dos momentos mais emocionantes foi a recepção aos 300 etíopes no aeroporto Ben Gurion, que acabavam de chegar graças a missão do Keren Hayesod – Fundo Comunitário que os tiraram da profunda miséria e os repatriaram em Israel para uma vida digna com futuro possível. Eles nos abraçaram e naquele momento entendi a importância que Israel tem para todos nós judeus. 

.Como você entende a relação entre os judeus da Diáspora e Israel?

-A importância de Israel para os judeus da Diáspora é o passaporte diplomático com cidadania israelense que todo nós temos  pelo simples fato de sermos  judeus. Israel estará sempre de portas abertas para nós que vivemos na Diáspora. Falando de forma metafórica, quando você sai para trabalhar, ao final do dia o que mais deseja fazer? É voltar para casa, para o lugar que você sente bem, tranquilo, em paz. Assim é Israel, um lugar onde sempre vamos querer estar em segurança.

.Fale do seu trabalho à frente da Macabi Rio

-Estou à frente da Macabi desde 2010 e o esporte sempre fez parte da minha vida e da minha família. Sempre gostei  de praticar esportes, acredito que é bom para socializar, integrar, educar etc.

Quando fui vice-presidente  do diretório de pais do A. Liessin  introduzi o esporte como parte do currículo escolar, pois acredito que praticar esportes  é  tão importante quanto as outras  matérias. É um elo na formação de um jovem.

.A Macabi é uma ponte entre os jovens e a comunidade judaica?

-A Macabi proporciona aos jovens várias oportunidades em termos de cidadania, valores judaicos e identidade. Ela não só educa as crianças, mas também os adultos. Promovemos vários eventos esportivos e os pais participam indo assistir aos filhos, fazendo torcida e acompanhando o crescimento deles. No mundo de hoje, onde sobra pouco  tempo para dar atenção aos nossos filhos, a oportunidade de acompanhá-los nestes momentos é de fundamental importância. Digo isso por experiência própria, pois tenho dois filhos, Ilan com 24 e Danni com 21 anos. Os dois são hoje  economistas, mas também   grandes esportistas. Sempre os incentivei e estive presente em  todas as competições esportivas . Acho que a nossa ligação sempre foi fundamentada através do esporte.