Eventos

Rio de Janeiro recebe visita do rabino do Kotel

Category:

Eventos

rabino kotel

Café da manhã no TTH-Barilan

A convite do Fundo Comunitário RJ (FCRJ), o rabino do Kotel e dos lugares sagrados de Jerusalém, Rabbi Shmuel Rabinowitz, esteve pela primeira vez no Brasil, acompanhado do Diretor Geral do Keren Hayesod (KH), Greg Masel. Com muita disposição e simpatia, Rabbi Shmuel participou de três eventos no Rio .

kotel2

No dia 29/11, o casal Sergio e Sarah Benchimol recebeu um seleto grupo de convidados para um jantar kasher. Na manhã seguinte, Alberto Rabinovitch promoveu um café da manhã, com apoio da Sinagoga Alberto Grimberg Moriah, Kolel e TTH Barilan, onde os visitantes aproveitaram para conhecer a Escola e por último, participaram de um caprichado almoço promovido pelo Grupo Feminino do Beit Lubavitch-Leblon, onde falaram para  ativistas e contribuintes do Fundo e Rabinos da Sinagoga.

kotel3

Greg Masel, que além de diretor geral do KH desde 2004,  tem acento no gabinete do 1º Ministro de Israel para assuntos de interesse das comunidades judaicos da diáspora, falou sobre o resultado da campanha SOS e a importância do trabalho do Fundo Comunitário na parceria com a Sociedade Israelense e no fortalecimento dos vínculos judaico sionistas para os jovens das comunidades judaicas em todo mundo.  

kotel

O Rabino por sua vez, explicou a complexidade do seu trabalho à frente do Kotel e lugares santos de Jerusalém, sensível e relevante à todas as religiões, em que cada intervenção, melhoria ou mudança de regulamento, atrai as atenções e desperta emoções em todo mundo.
Rabbi Shmuel além de suas funções no Kotel, é o Vice Presidente da Organização Aleh, um centro de cuidados e tratamento em tempo integral para crianças e adolescentes com danos cerebrais irreversíveis, com quatro unidades em Israel, atendendo a mais de 800 assistidos. No Aleh para cada criança atendida em regime 24X7, atuam 5 voluntários e profissionais, se revezando diuturnamente nos cuidados e carinho. “Essas crianças nascem para nos fazerem pessoas melhores. Elas são almas cujos corpos estão com defeitos. A maioria não consegue sorrir e Não conseguem sequer falar. No Aleh , é D ‘us quem sorri e agradece o trabalho e a Mitzvá de quem ajuda estas crianças.

Tags: